VEJA TRÊS DOS SEQUESTRADORES DO MENINO PEDRO PAULO QUE FORAM PRESOS.


foto; Pinheiro
 Ricardo Feitosa dos Santos          Bruno Francisco                                    Antonio Diacuí 


Dezenas de pessoas se reuniram no final da tarde desta quarta-feira em frente a 10° delegacia regional de segurança para testemunhar a chega dos sequestradores presos por envolvimento no sequestro do menino pedro paulo, que chegou ao fim com o pagamento do resgate no valor de 100,000,00 (cem mil reais).

Ricardo Feitosa dos Santos  e Bruno Francisco são dois que roubaram uma moto no município de são miguel-to na noite do dia 26 de junho as vésperas do sequestro, e que entraram na manhã do dia 27 na casa da família rendendo a mão de Pedro Paulo e a babá do menino. Em seguida Ricardo e Bruno saíram da casa levando o garoto e a babá liberada minutos depois. A fuga foi realizada com a caminhonete da família, deixada mais tarde numa estrada vicinal do Tocantins. Os dois foram presos em Marabá no estado do Pará.

O plano segundo a policia Civil, foi arquitetado pelo o ex-funcionário Antonio Diacuí é o acusado de planejar e contratar o grupo para efetuar a ação. Ele já responde inquéritos por tentativa de homicídio. Um dos contratados, e apontado pelo serviço de investigação como coordenador das ações, está entre os quatros foragidos. a policia informou que a prisão do quarteto pode ser feita a qualquer momento. Os dois sequestradores, entre eles uma mulher, que ficavam no cativeiro estão presos no estado do Tocantins e devem ser recambiados para imperatriz. Polícia explicou que os sequestradores mantinham contato com a família utilizando duas formas estratégicas de comunicação. Quando deixavam potes de plásticos  com bilhetes em alguns locais da cidade, comunicando por meio de ligações telefônicas  de números não identificados, f alavam com o pai do garoto utilizando números diferentes e em seguida jogavam os chips fora. 

Com o grupo apreendido   a policia encontrou R$ 60 mil reais. O restante está nas mãos da outra parte do bando. A policia ainda informou que desde o início os sequestradores fizeram contato com a família. O sequestrador contratado por Diacui  para dirigir todas as ações que duraram 15 dias tem mandados de prisão em 18 estados e participação confirmada em um sequestro no paraná, onde utilizou o mesmo modelo de comunicação que escolheu para as negociações com o pai de Pedro Paulo. A polícia afirma  que o modelo usado em imperatriz, foi identificado em sequestro apenas uma vez no brasil.

O secretário de Segurança Publica  do Estado, Aluísio Mendes, disse que desde o início do caso a governadora Roseana Sarney solicitava informação e exigia o resgate da criança e a prisão dos sequestradores.  As polícias do Pará , Maranhão, Tocantins e Goiás estão a procura dos quatro foragidos. Os nomes estão mantidos em sigilo.


FONTE;  Correio Popular

Postar um comentário

Enquete

Canal de Videos

Últimas Notícias

Encontre-nos no Facebook

CNT Oline

item