MAIS UMA POLÊMICA DO VEREADOR ZÉ CARLOS, QUE DETONOU O DEP. CARLINHO AMORIM CHAMOU DE INGRATO.

O vereador e líder do governo (em imperatriz-ma), em entrevista para esse blogueiro retruca e solta o verbo para cima do deputado estadual Carlinhos Amorim, e diz que o mesmo e tradicionalmente conhecido como ingrato ele pertencia ao grupo do prefeito Madeira que fez um esforço total para elege-lo deputado e ele deu as costas para as lideranças, deus as costas para cidade foi viver  a felicidade do mandato de deputado em São Luis e viver a felicidade que o mandato causa agora quando chega as vésperas da eleição ele chega aqui querendo abarroar dizendo que arrumou verba, verba de que? e os outros três (03) anos? qual foi a verba que el arrumou?  verba para saúde, educação, é um deputado apagado e vai receber o troco nas urnas.

e quando esse blogueiro comentou de ter sido o deputado que destinou uma emenda de 1,2 mi para a conclusão asfáltica do bairro nova imperatriz o vereador disse não ter conhecimento, de nenhuma ação dele a unica ação dele que eu conheço e de ingratidão, é de escurecer o trabalho que foi feito em torno do nome dele, o vereador disse que vai pesquisar se tiver algo que ele trouxe, vai ter o prazer de divulgar, embora não ver nele um bom politico ver nele um mau agradecido.
Zé Carlos quando perguntei o que ele achou da atuação do Carlinhos vereador ele respondeu que ele só foi eleito algumas vezes por causa da beleza que ele tem, ele é um sujeito simpático, no seu primeiro mandato teve o empenho do PMDB todo, do Paulo Rodrigues na época, para transformar ele em um vereador, depois ele (Carlinhos) abandonou o partido, e em 2000 saiu da câmara com uma votação pífia a prova do trabalho dele, uma votação decrescente vergonhosa.




OBS: a baixo você acompanha na integra matéria  o vereador detonando com o deputado, essa matéria reproduzida do blog: ASMOIMP.












O vereador José Carlos Soares Barros (PTB) subiu nessa quinta-feira (6) na tribuna da Câmara Municipal para refutar declarações feitas pelo deputado estadual Carlos Gomes de Amorim (PDT), o Carlinhos Amorim, que acusou o município de não ter elaborado em tempo hábil um projeto para captação de recurso oriundo de emenda parlamentar.


“Tive lendo que somente a roupa do porta-bandeira da escola de samba que foi campeã no Rio de Janeiro custou R$ 200 mil reais; agora vem o deputado Carlinhos Amorim dizer que esses R$ 100 mil reais só sai quando abre o orçamento do Estado, em fevereiro, mês do carnaval”, observa ele, que não entendeu as explicações dada pelo deputado estadual.


Na ocasião, o vereador José Carlos questionou o deputado sobre os recursos que o mesmo destinou nestes últimos três anos para o município de Imperatriz investir nas áreas da educação, da saúde e saneamento básico. “Vou pesquisar, pois não posso dizer nada como deputado. Porém, como vereador foi o mais fraco que vi até hoje nessa Casa de Leis”, dispara.


Para ele, “Carlinhos Amorim sempre andou a sombra de alguém, ou seja, não vai a lugar nenhum, e lembra que a última fez que tiraram a mão de cima dele (Carlinhos) para acordá-lo, terminou saindo na eleição para essa Casa de Leis com apenas 600 votos”.


“Ele (Carlinhos) se candidatou a prefeito, não deu certo; levaram a deputado. E agora o pagamento que o mesmo deu foi virar às costas para lideranças políticas e se isolar na capital intitulando-se oposição”, observa.


José Carlos assinalou que os vereadores José Carneiro (PSDB), o Buzuca, e Esmeradhson de Pinho (PSDB), lutaram para elegê-lo, mas quando chegou à eleição dos colegas o deputado Carlinhos Amorim sequer deu um bom dia para essas lideranças políticas.


“Ele (Carlinhos) rompeu comigo ainda na eleição, pois não o ajudei, devido ter assumido compromisso com uma deputada, fato que o mesmo pediu (à época) ao prefeito Madeira para que me tirasse das caminhadas”, desabafou a vereadora Caetana Frazão, do PSDB.


Da tribuna, o vereador José Carlos pediu ao deputado Carlinhos Amorim que criasse vergonha e acordasse, pois, segundo ele, “o mesmo vive dormindo”. “Cem mil reais para uma cidade do porte de Imperatriz é uma quantia irrisória”, comparou.


“Quem não quiser acompanhar a marchinha, como eu (José Carlos) acompanhei, faça como os turistas, viaje: vá pro carnaval da Bahia, do Rio de Janeiro, São Paulo, Barra do Corda, e Porto Franco, mas respeitem os que gostem da marchinha e os que vão para os retiros espirituais”, finalizou.

FONTE: Blog ASMOIMP

Postar um comentário

Enquete

Canal de Videos

Últimas Notícias

Encontre-nos no Facebook

CNT Oline

item