MORRE UM DOS BRAÇOS FORTE DO PSDB NACIONAL.




Morte de Sérgio Guerra foi provocada por pneumonia, diz PSDB nacional 




Sérgio Guerra, 66, foi presidente nacional do PSDB

Em nota divulgada na manhã desta quinta-feira, o diretório nacional do PSDB manifestou pesar ao informar a morte do seu ex-presidente e deputado federal Sérgio Guerra (PE), que presidia o Instituto Teotônio Vilela e o diretório do partido em Pernambuco.

Segundo a nota, Guerra, de 66 anos, morreu nesta quinta-feira (6) pela manhã no Hospital Sírio Libanês em São Paulo, onde estava internado há 15 dias. A causa da morte foi uma pneumonia que agravou o estado geral de saúde. O tucano será velado e enterrado no Recife. Ele tinha câncer no pulmão.

Veja a íntegra da nota do diretório nacional do PSDB:

"É com pesar que o PSDB Nacional informa que o presidente do Instituto Teotonio Vilela (ITV) e do diretório do partido em Pernambuco, o deputado federal Sérgio Guerra, de 66 anos, morreu nesta quinta-feira (6) pela manhã, em São Paulo, no Hospital Sírio Libanês. Ele estava internado há 15 dias e morreu em decorrência de uma pneumonia que agravou o estado geral de saúde. O tucano será velado e enterrado no Recife (PE).

Guerra estava em São Paulo submetendo-se a um tratamento de combate ao câncer de pulmão. Economista, empresário e criador de cavalos de raça, ele presidiu o PSDB Nacional de 2007 a 2013.

Pernambucano, Guerra militou no movimento estudantil e deixa quatro filhos. Foi secretário estadua l de Indústria, Comércio e Turismo e de Ciência e Tecnologia em Pernambuco durante o governo de Miguel Arraes.

No ano de 2012, Guerra implementou um processo de reestruturação do partido, implementando mudanças na comunicação com mais incentivos no uso das redes sociais, como Facebook e Twitter. Também estimulou os vários setores da sociedade a participar do debate político, como mulheres, jovens, sindicalistas, movimentos sociais e de etnia.

No Congresso, Guerra propôs o Fundo de Apoio ao Biodiesel e a a regulamentação da atividade de propaganda comercial na modalidade de mídia exterior. Também integrou comissões parlamentares de inquérito (CPIs) e o Conselho de Ética e Decoro Parlamentar.

No ano passado, ele participou das comissões de Relações Exteriores e Defesa Nacional e da Representação Brasileira no Parlamento do Mercosul".

Leia mais em: http://zip.net/btmHNm

fonte:Sergio Dutti/UOL (http://noticias.bol.uol.com.br/)

Postar um comentário

Enquete

Canal de Videos

Últimas Notícias

Encontre-nos no Facebook

CNT Oline

item