Naufrágio deixa quase 300 desaparecidos e 4 mortos na Coreia do Sul Leia mais em



Balsa naufraga com centenas a bordo na Coreia do Sul23 fotos

21/23/16.abr.2014 - Parentes choram enquanto esperam por informações sobre pessoas desaparecidas em um naufrágio, no porto de Jindo, Coreia do Sul. Uma balsa que transportava 459 pessoas, a maioria estudantes do ensino médio, naufragou nesta quarta-feira (16). Até o momento, 164 foram resgatados em uma megaoperação da Guarda Costeira envolvendo dezenas de barcos e helicópteros Leia mais Jung Yeon- Je/AFP


Ao menos quatro pessoas morreram e 284 estão desaparecidas após a balsa em que estavam afundar nesta quarta-feira (16) na Coreia do Sul. Até agora, do total de 462 passageiros a bordo, 174 foram resgatados em uma megaoperação da Guarda Costeira envolvendo dezenas de barcos e helicópteros, de acordo com informações da agência de notícias Yonhap, da Coreia do Sul.


A maioria dos passageiros fazia parte de um grupo de estudantes do ensino médio --325 adolescentes de Ansan (cerca de 35 km de Seul)-- que estava em uma excursão escolar para a Ilha de Jeju, um destino turístico no país.
Arte/UOL

Segundo oficiais da Guarda Costeira, uma mulher de 27 anos, Park Ji-Yeong, integrante da tripulação, foi retirada morta da balsa. A segunda vítima, uma estudante, morreu após ser socorrida. As outras duas vítimas confirmadas são do sexo masculino, provavelmente estudantes. 

Até as 19h no horário local (7h em Brasília), mergulhadores já tinham conseguido rastrear três compartimentos da embarcação submersa, mas não encontraram corpos. As condições de visibilidade no local são ruins, há fortes correntes marítimas e a temperatura da água é baixa, segundo informações da Marinha. 

Há mais de 50 pessoas feridas, e existe o temor de que o número de vítimas aumente, porque muitas pessoas podem ter ficado presas às ferragens da embarcação.

Com capacidade para 900 pessoas, a balsa Sewol ia de Incheon (cerca de 30 km da capital) para a Ilha de Jeju. A viagem noturna (de terça para quarta-feira) teria duração prevista de 14 horas. A embarcação afundou lentamente, em um ponto a 470 km de Seul, e submergiu oito horas após enviar um pedido de socorro.

De acordo com o Ministério da Segurança e da Administração Pública, por volta de 2h da madrugada (horário de Brasília), cerca de 95% da embarcação já se encontrava sob a superfície.

Leia mais em: http://zip.net/bjm6FD

fonte:http://noticias.bol.uol.com.br/

Postar um comentário

Enquete

Canal de Videos

Últimas Notícias

Encontre-nos no Facebook

CNT Oline

item