Rapaz suspeito de furto é amarrado ao poste e apanha com fios



        Jovem foi amarrado e apanhou com fios de energia; ele teria dito à polícia que
 deve dinheiro traficantes

Um rapaz acusado de furtos foi amarrado de cueca a um poste e açoitado por populares que usaram fios de energia elétrica na agressão, que ocorreu na cidade de Ipatinga (217 km de Belo Horizonte) na última quinta-feira (17).

Segundo a Polícia Militar, o jovem de 18 anos foi dominado por moradores do Morro do Sossego, no bairro Veneza, que o acusaram de ser autor de uma série de furtos na região. O rapaz, que não teve o nome revelado, teria afirmado à polícia ter dívida com traficantes da comunidade.

Com a chegada de policiais, que foram acionados por meio de uma denúncia anônima, o rapaz foi desamarrado e levado a um pronto-atendimento de hospital da cidade com várias marcas do açoite sofrido pelo corpo.

Conforme a polícia, ele foi examinado, medicado e liberado em seguida.

De acordo com o boletim de ocorrência, a vitima da surra teria dito à polícia que não saberia identificar os agressores e "mesmo se soubesse, não diria". A PM informou que ninguém foi localizado como sendo autor das agressões.

Em um vídeo exibido por uma emissora de televisão local, o rapaz aparece amarrado a um poste com pedaços de pano e sendo açoitado. Gritando muito enquanto recebia as agressões, ele repetia ordem dada pelo agressor.

Na fala, a vítima grita: "nunca mais vou roubar no morro".


Caso no Rio: suspeita de assalto é espancada

 Mulher que teria assaltado pedestre é capturada por um homem e espancada na calçada da avenida Presidente Vargas, no centro do Rio de Janeiro, nesta quinta-feira (17). No local, havia carros de polícia e da guarda municipal. Após bater na mulher, o homem devolveu os pertences à vítima do roubo. A mulher ficou caída desacordada na calçada Gabriel de Paiva/Agência O Globo.

fonte:http://noticias.uol.com.br/

Notícias Relacionadas

POLICIAL 1158618342027971

Postar um comentário

Enquete

Canal de Videos

Últimas Notícias

Encontre-nos no Facebook

CNT Oline

item