Penalty, destituição de Dinamite... Veja os detalhes da reunião

                                                                                                                       
A 50 dias da data marcada para as eleições, o Vasco teve na noite desta segunda-feira uma das últimas reuniões do Conselho Deliberativo na gestão de Roberto Dinamite, em sua sede náutica, na Lagoa. Correntes políticas rivais estiveram presentes, e Eurico Miranda foi a principal ausência. Em pauta, as pendências das contas de anos anteriores e a renovação com a Penalty. Como já vinha sendo negociado com a atual fornecedora de material esportivo, o presidente se comprometeu perante a todos que qualquer contrato terá validade apenas até o fim do ano, de modo que quem assumir sua cadeira possa renegociar os acordos em breve.
     Roberto DinamiteFoto: Rossana Fraga/LANCE!Press
A afirmação oficial torna questão de tempo a prorrogação do vínculo - hoje, até dia 30 de junho -, que será confirmada nos próximos dias. Sem proposta atraente das concorrentes Umbro, Kappa e Nike, que sondaram a diretoria nos últimos meses, as partes alinharam os últimos detalhes recentemente. Sem contar que já não há mais tempo hábil para uma mudança e a posterior confecção de uniformes para as primeiras rodadas da Série B após a paralisação para a Copa do Mundo. Outro tópico ligado à marca foi a auditoria sobre supostos erros em valores, prometida desde 2011, que ainda não terminou de ser feita e ganhou um prazo de 20 dias para a entrega.

A falta de quórum para que votações solicitadas acontecessem reduziu a duração e em parte a importância do encontro. Foram cerca de 70 pessoas, quando normalmente os procedimentos exigem pelo menos 100 participantes. O conselheiro Mario Piragibe reforçou o pedido - que já havia sido oficializado antes pela chapa É Vasco, de Leonardo Gonçalves e Eduardo Machado - de destituição de Dinamite e do vice de finanças, Jayme de Almeida, de seus cargos em razão do atraso para solucionar as irregularidades dos balanços antigos. Mas nada feito.

O assunto das contas, aliás, também foi alvo de adiamento. Sobre as de 2012, que permanecem em aberto, a diretoria avisou que até o dia 30 terá uma revisão definitiva para análise do conselho. Já as 2013 estão sofrendo auditoria por uma segunda empresa para serem finalizadas, espera-se, antes do pleito. O clima de relativa tranquilidade - ao contrário das edições com acusações e discussões -, apesar da corrida das chapas pelo poder no clube, marcou a reunião.



Fonte: GloboEsporte.com

Notícias Relacionadas

ESPORTE 6792122287083753488

Postar um comentário

Enquete

Canal de Videos

Últimas Notícias

Encontre-nos no Facebook

CNT Oline

item