No berço do PT no Brasil, Dilma desaba nas pesquisas, empata no primeiro turno e é derrotada por Aécio no segundo turno.

A presidente Dilma Rousseff (PT) e o senador Aécio Neves (PSDB) estão tecnicamente empatados em sondagem eleitoral realizada nas sete cidades do Grande ABC. É o que aponta levantamento do DGABC Pesquisas, encomendo pelo Diário. A petista, que concorre à reeleição, obtém 26,3% das intenções de voto nos sete municípios, enquanto o tucano é citado por 24,2% dos entrevistados no questionário estimulado.
A margem de erro da pesquisa é de 1,9 ponto percentual, o que provoca a igualdade técnica na corrida presidencial. Ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB) está em terceiro lugar, com 8% dos votos estimulados. No total, 17,7% dos eleitores da região dizem que anularão ou votarão em branco; outros 15,4% não sabem em quem vão apostar nas urnas.

O cenário atual apresenta desaceleração da candidatura de Dilma. Embora não seja possível fazer comparação técnica com o estudo apresentado pelo Diário em novembro – já que não estavam colocados todos os 11 presidenciáveis –, a tendência de queda da petista é evidente. Há oito meses, a chefe da Nação foi lembrada por 34,6% dos entrevistados pelo DGABC Pesquisas. Aécio foi citado por 18,8% e Eduardo por 10,5%. Os percentuais indicavam vitória do nome do PT no primeiro turno, algo que, pela sondagem de julho, não deve se ratificar.

Dentre os presidenciáveis até então coadjuvantes na corrida eleitoral, Pastor Everaldo Pereira (PSC) tem 2,7% das intenções de voto estimulado do recente estudo. Luciana Genro (Psol) possui 1,4%, enquanto 1,1% afirmam que vão votar em José Maria Eymael (PSDC), 1% em José Maria de Almeida (PSTU), 0,8% em Levy Fidelix (PRTB), 0,6% em Eduardo Jorge (PV), 0,4% em Mauro Iasi (PCB), e 0,4% em Rui Costa Pimenta (PCO).


SEGUNDO TURNO


Num eventual segundo turno, Dilma seria derrotada por por Aécio Neves. O tucano é lembrado por 38,9% dos entrevistados e a petista por 31,3%. Em cenário que a chefe da Nação enfrenta Eduardo Campos, há empate técnico. O socialista tem 34,1% das intenções de voto no segundo turno, enquanto Dilma possui 31,9%.

O DGABC Pesquisas também levantou índices de transferência de votos, questionando eleitores dos candidatos no primeiro turno em quem apostariam em eventual segunda etapa eleitoral. Se Dilma e Aécio duelassem hoje em fase final da corrida presidencial, o tucano absorveria 60,8% dos sufrágios de Eduardo. Dilma conquistaria 12,7%.

Já no panorama entre Dilma e Eduardo, 63% dos eleitores de Aécio Neves dariam apoio ao ex-governador de Pernambuco. Somente 10,7% de quem endossou a campanha do tucano votaria na atual presidente da República. As entrevistas foram coletadas entre os dias 28 e 31, com 2.800 eleitores das sete cidades. O levantamento está registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), sob protocolo BR-00259/2014.


Cidades governadas por petistas também apresentam igualdade 

Todas as cidades governadas por petistas no Grande ABC apresentam empate técnico entre a presidente Dilma Rousseff (PT), que busca reeleição, e o senador mineiro Aécio Neves (PSDB). É o que mostra dados do DGABC Pesquisas, encomendados pelo Diário.

Além de Santo André, São Bernardo e Mauá, administradas, respectivamente, por Carlos Grana (PT), Luiz Marinho (PT) e Donisete Braga (PT), a igualdade técnica é vista em Ribeirão Pires, cujo prefeito é o peemedebista Saulo Benevides – o PMDB indicou o vice, Michel Temer, para manter chapa com Dilma.

Os levantamentos por cidade têm margem de erro de cinco pontos percentuais. Com isso, nem mesmo Marinho, coordenador de campanha de Dilma no Estado de São Paulo, consegue fazer com que a petista supere Aécio Neves na cidade onde governa – o duelo está em 27,5% para a chefe da Nação contra 21,6% ao tucano.

Em Santo André, o placar é 25,7% para Aécio ante 23,7% para Dilma. Em Mauá, de 30,3% para petista contra 22% para o tucano. Em Ribeirão, a diferença é de 27,3% para a presidente da República contra 23,3% para o senador.

Aécio supera Dilma em São Caetano. No município administrado por Paulo Pinheiro (PMDB) e que tradicionalmente rejeita candidatos do PT, o tucano é citado por 36,3%. São 19,5 pontos percentuais à frente da atual presidente da República, que é lembrada por 16,8%. A petista só vence em Rio Grande da Serra, com 29,5% das intenções de voto contra 17% de Aécio

Terceiro colocado nas pesquisas de intenções de voto, o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB) registra seu melhor desempenho em Diadema, gerida por Lauro Michels (PV). São 9,3% dos entrevistados que revelam que votarão no socialista. Já o candidato do PV à Presidência da República, Eduardo Jorge, sequer pontuou entre os eleitores que moram na cidade governada pelo verde Lauro Michels.

O levantamento ouviu 2.800 pessoas, sendo 400 eleitores em cada uma das sete cidades do Grande ABC.



fonte: Blog do CoroneLeaks

Notícias Relacionadas

POLITICA 6938605014888178357

Postar um comentário

Enquete

Canal de Videos

Últimas Notícias

Encontre-nos no Facebook

CNT Oline

item