Pastor Everaldo domina JN e avisa: casamento é homem com mulher e Petrobras será privatizada.



O candidato à Presidência da República pelo PSC, Pastor Everaldo, afirmou nesta terça-feira (19), durante entrevista ao vivo no "Jornal Nacional, que irá privatizar a Petrobras, caso seja eleito. "Tudo o que for possível passar para a iniciativa privada, nós vamos passar, pegar os recursos e alocar na saúde, na educação e na segurança pública", declarou o pastor da igreja evangélica Assembleia de Deus do Ministério Madureira. 

Na entrevista, Everaldo Dias Pereira, que prega em seu programa de governo o Estado Mínimo, foi questionado se fazia uma defesa "sincera" do liberalismo ou se era conveniência eleitoral, já que ele e seu partido apoiaram nos últimos anos candidatos mais à esquerda, caso de Leonel Brizola, Lula e a própria presidente Dilma. 

"Pra mim, que nasci menino pobre, essa proposta [de inserção social] era a melhor, mas no último governo da atual presidente eu vi que foi estabelecido um aparelhamento do Estado que contrariava os princípios que eu acredito, do empreendedorismo, da iniciativa privada." 

O candidato foi questionado sobre como governaria o país sem uma base aliada --na eleição de 2010, seu partido elegeu 17 deputados e 1 senador. Citando o governo de Itamar Franco como exemplo, ele disse que "quando você levar para a população com transparência o que você quer fazer, o Congresso Nacional jamais vai negar apoio para qualquer candidato". 

No final, ao falar de suas propostas, Everaldo prometeu isentar do Imposto de Renda trabalhadores que ganhem até R$ 5.000 e repetiu o que disse em sua propaganda eleitoral na TV: é contra o aborto e o casamento gay. E terminou com o slogan "Mais Brasil e menos Brasília". 

Segundo a TV Globo, o critério para a seleção dos candidatos a serem sabatinados no telejornal de maior audiência do país é o desempenho na pesquisa de intenção de voto mais recente, que deve ser igual ou superior a 3%. Everaldo atualmente é o quarto colocado, com exatos 3%, segundo o Datafolha. A prévia da audiência da entrevista foi de 19 pontos no Ibope. Cada ponto corresponde a 65 mil domicílios na Grande São Paulo.(Folha)



fonte:blog CoroneLeaks

Notícias Relacionadas

POLITICA 2780882892590022803

Postar um comentário

Enquete

Canal de Videos

Últimas Notícias

Encontre-nos no Facebook

CNT Oline

item