PSB emite nota deselegante e agressiva.


Em nota oficial assinada por Roberto Amaral, presidente do partido, o PSB afirma que está de luto e que as decisões a respeito do futuro da campanha presidencial serão tomadas "ao exclusivo critério" do partido: 


"O Partido Socialista Brasileiro (PSB) está de luto pela trágica morte de seu Presidente Nacional, Eduardo Henrique Accioly Campos, ocorrida em 13 de agosto de 2014. Recolhe-se, neste momento, irmanado com os sentimentos dos seus militantes e da sociedade brasileira, cuidando tão somente das homenagens devidas ao líder que partiu.A direção do PSB tomará, quando julgar oportuno, e ao seu exclusivo critério, as decisõespertinentes à condução do processo político-eleitoral.


São Paulo, 14 de agosto de 2014".

O ex-ministro de Lula e entusiasta de acordo com o PT nem mesmo cita a família de Campos em sua nota, além de jogar o PPS, PHS, PSL e PRP, bem como a própria Rede, para um papel de coadjuvantes da decisão. Boa coisa daí não virá.


fonte: blog do CoroneLeaks

Notícias Relacionadas

POLITICA 4433698810196733685

Postar um comentário

Enquete

Canal de Videos

Últimas Notícias

Encontre-nos no Facebook

CNT Oline

item