Vitória contra o terror: polícia mata os irmãos Kouachi





Forças especiais da polícia francesa retiram reféns de dentro de mercado em Porte de Vincennes, leste de Paris - Thomas Samson/AFP
Paris, 16h26
O ministro francês do Interior, Bernard Cazeneuve, afirmou em um breve pronunciamento à imprensa que o país continua em alerta máximo para se precaver de possíveis novos ataques terroristas.
Paris, 16h07
A chancelar alemã Angela Merkel também confirmou presença na manifestação de domingo em Paris.
Paris, 15h57
David Cameron, Mariano Rajoy e Matteo Renzi, respectivamente os primeiros-ministros da Grã-Bretanha, Espanha e Itália, confirmaram presença na manifestação deste domingo em Paris. A chamada ‘marcha republicana’ será uma homenagem às vítimas do terror.
Dammartin-en-Goële, 15h45
A família do designer Lilian, de 27 anos, tentou entrar em contato com ele por horas, sem sucesso, ainda segundo o Figaro. Finalmente, ele teria enviado uma mensagem para o pai: “Estou escondido no primeiro andar. Acho que eles mataram todo mundo. Digam à polícia para intervir”. 

Dammartin-en-Goële, 15h42
O homem que estava na fábrica onde os irmãos Kaouchi se entrincheiraram pode não ter sido feito refém. O jornal Le Figaro afirma que os terroristas não sabiam que havia uma pessoa escondida no local. 
Paris, 15h35
Há informações não confirmadas na imprensa francesa e americana de que uma cúmplice do terrorista que invadiu o supermercado teria conseguido fugir. 
Paris, 15h26 
Há pelo menos quatro pessoas gravemente feridas que estavam entre os reféns, reporta a agência France-Presse. Ainda não está claro se eles se feriram antes ou durante a ação policial que eliminou o terrorista.
Dammartin-en-Goële, 15h15
De acordo com o Le Figaro, as autoridades identificaram o refém dos irmãos Kouachi apenas como Lilian, um designer de 27 anos.
Paris, 14h57
Além do terrorista, a imprensa francesa reporta que pelo menos quatro reféns morreram na ação no supermercado.


Paris, 14h55
O terrorista morto na ação do supermercado foi identificado como Amedy Coulibaly, que vinha sendo procurado por ter matado uma policial nesta quinta em Montrouge, no sul de Paris.
Dammartin-en-Goële, 14h50
Um agente da força especial da polícia francesa (GIGN, na sigla em francês) foi levemente ferido na ação.
Dammartin-en-Goële, 14h43
Os irmãos Kouachi saíram do prédio onde estavam acuados atirando seus fuzis AK-47. As forças de segurança que cercavam a gráfica reagiram e os "neutralizaram", segundo o jornal Le Figaro. 
Paris, 14h34
Vários reféns que eram mantidos no supermercado foram libertados, informa a agência France-Presse. Uma ambulância foi vista deixando o local.
Dammartin-en-Goële, 14h30
Homem que havia sido feito refém pelos irmãos Kouachi foi libertado com vida, segundo oLibération.
Paris, 14h28
O terrorista que invadiu o supermercado kosher também foi morto, informou o jornal Le Monde.
Dammartin-en-Goële, 14h17
Os irmãos Kouachi foram mortos, reporta a agência France-Presse.
Paris, 14h19
Explosões e tiros também foram vistas e ouvidas no supermercado onde um terrorista mantém cinco reféns, na zona leste de Paris.
Dammartin-en-Goële, 14h17
​Explosões e tiros foram ouvidos próximo da gráfica onde os irmãos Cherif e Said Kouachi, suspeitos do massacre na revista Charlie Hebdo, haviam se entrincheirado com pelo menos um refém. Não há ainda informações sobre vítimas. A cidade de Dammartin-en-Goële fica a cerca de 40 km de distância ao nordeste de Paris. (fonte: Veja.com)








Notícias Relacionadas

GERAL 9125570433721124522

Postar um comentário

Enquete

Canal de Videos

Últimas Notícias

Encontre-nos no Facebook

CNT Oline

item