Casal GAY é acusado de estuprar filho adotivo


A Justiça de São Paulo determinou a prisão temporária de um casal homossexual suspeito de agredir e abusar sexualmente de um menino de cinco anos.

A criança era apresentada aos vizinhos como filho adotivo. Os três viviam em uma casa na zona norte da capital paulista. A empregada do casal estranhou o fato do menino ter ferimentos pelo corpo e não querer sair do quarto nem para ir à escola. Levado ao hospital, a criança deu entrada com sintomas de desidratação, desnutrição e pneumonia em grau avançado.
Ele tinha queimaduras pelo corpo e há sinais de estupros. Na Bahia, a mãe do menino que teria sido vítima de abuso sexual ficou sabendo da história pela televisão e procurou a Rede Record. O garoto deve ter alta médica e o Conselho Tutelar irá avaliar se algum parente tem condições de cuidar do menino.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, os dois suspeitos já são considerados foragidos e abandonaram a casa onde moravam. Ele disse que vizinhos contaram que os dois foram ao local em uma madrugada para retirar pertences. Um deles trabalha em um hospital como ajudante de limpeza e não aparece há duas semanas. Ele alegou estar com depressão.o que é albergue.(fonte: redebrasilnoticias)



Notícias Relacionadas

GERAL 1948621832573122594

Postar um comentário

Enquete

Canal de Videos

Últimas Notícias

Encontre-nos no Facebook

CNT Oline

item