O Senador Aécio faz reunião com os líderes das manifestações: " estamos sintonizados".



(Globo) O presidente nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), disse nesta terça-feira que está descartada, nesse momento, a possibilidade de um encontro do vice-presidente Michel Temer com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Ele explicou que o coordenador político do governo havia solicitado um encontro com FH para discutir a agilização da votação da reforma política, mas agora, com sua nova função, a conversa poderia ter uma conotação que não interessa ao PSDB e aos movimentos de rua que pregam o impeachment da presidente Dilma Rousseff. O encontro aconteceria nesta terça-feira, mas acabou cancelado.

— Nesse momento qualquer conversa vai na direção oposta do que estamos construindo, que é o enfrentamento a esse governo que usou de forma criminosa o estado para beneficiar um projeto de poder — descartou Aécio, após participar de encontro com representantes de grupos que organizaram os protestos contra o governo nos dias 15 de março e 12 de abril.

O PSDB pretende agir em três novas frentes: uma nova ação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com decisão do Tribunal de Contas da União (TCU) sobre o uso dos Correios na campanha eleitoral; apresentar uma ação contra a CGU na Procuradoria Geral da República sobre denúncia de que o órgão não teria investigado denúncia de empresa holandesa sobre pagamento de propina na Petrobras e apresentar um requerimento na CPI para que uma comissão de cinco parlamentares viaje ao Reino Unido para ouvir, em depoimento formal, Jonathan David Taylor, o ex-diretor da SBM offshore, que acusa a CGU de ter segurado as investigações. 

Para Aécio, essa denúncia pode ser o fato novo que faltava para o partido se decidir a encampar o pedido de impeachment da presidente Dilma. Segundo o senador, nos próximos dias o jurista Miguel Reale Júnior deve entregar um estudo com embasamento jurídico para um eventual pedido de impeachment. — É um motivo extremamente forte. É o estado sendo usado de forma criminosa. Os fatos falam com muito mais poder. E esse fato novo pode levar a um novo desfecho — disse Aécio.

Aécio ressaltou que avaliar a possibilidade de impeachment da presidente Dilma não é golpe, é uma previsão constitucional e não significa que não pode ser analisado. — Não fechamos a porta para nenhuma alternativa. Mais de 60% dos brasileiros defende o impeachment. Institucionalmente estamos discutindo todas as alternativas e preferimos entregar esse estudo nas mãos do jurista Miguel Reale. Ele está avaliando todas as denúncias para ver se já há caracterizado o crime de responsabilidade da presidente — disse Aécio.
Aécio disse que a denúncia de prevaricação da CGU é um motivo extremamente grave, um indício claro de “armação”, de utilização do estado em favor de um projeto de poder. Aécio, após o encontro com os representantes do 15 de março e 12 de abril, disse ter chegado, naturalmente, o momento de conexão que pode dar efetividade as reivindicações, entre elas o “fora Dilma”. — Tudo isso somado bota querosene na fogueira das reivindicações populares. Nos encontramos com os líderes dos movimentos para discutir os próximos passos. Estaremos agora sintonizados, porque chegou a hora de transformar os movimentos das ruas em ações práticas no Congresso Nacional — disse Aécio. 

Durante almoço no gabinete do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), Aécio e outros deputados e senadores tucanos receberam dos líderes da Aliança Nacional de Movimentos — que integra o Vem pra Rua, Movimento Brasil Livre , Diferença Brasil e outros 17 movimentos das manifestações do 15 de março e 12 de abril — um convite para participar nesta quarta-feira ao meio dia, na Praça dos Três Poderes, de um ato em que vão fazer a leitura da Carta do Povo Brasileiro ao Congresso Nacional. Depois do ato, os ativistas serão recebidos pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e por lideres de todos os partidos na Câmara e Senado.

A Carta contém todas as reivindicações dos movimentos nas ruas: impeachment da presidente Dilma Rousseff, reforma política, entre outras reivindicações.(Blog CoroneLeaks)

Notícias Relacionadas

DESTAQUES 5981064724902503004

Postar um comentário

Câmara Municipal de Imperatriz

Câmara Municipal de Imperatriz
FAZENDO MAIS PELA NOSSA CIDADE

Enquete

Canal de Videos

Últimas Notícias

Encontre-nos no Facebook

CNT Oline

item