FIM DA LUA DE MEL: O PRESIDENTE DA CÂMARA DE IMPERATRIZ ROMPE COM O GOVERNO MADEIRA

Presidente da Câmara Zé Carlos que durante Dois (2) anos foi líder do governo Madeira, e diga-se com muito traquejo, propriedade e responsabilidade. Na sessão de hoje terça 12/15 Zé Carlos na tribuna em alto  e bom som disse que não faz mais parte do grupo do prefeito Sebastião Madeira, acompanhe na integra a abaixo entrevista de Zé Carlos ao Blog Doa Em Quem Doer.
Prefeito Madeira cumprimentando o Presidente da câmara Zé Carlos 


BLOG: Ao perguntar para o presidente se ele realmente não fazia mais parte do grupo do prefeito ele respondeu:
ZC:  Que sempre tem procurado provar e mostrar para coletividade, para sociedade de Imperatriz que eu mereço está aqui,  é baseado nesse pensamento que eu tomo   decisões firmes, eu sou conhecido na cidade por tomar essas decisões coerentes e firmes. O que eu estou dizendo é que de agora em diante,  eu deixo de apoiar as decisões tomadas pelo governo Madeira, se eu durante dois anos  apoiei as decisões do governo Madeira, e agora estou deixando de apoiar, naturalmente estou deixando de fazer parte do seu grupo político, por que ninguém pode fazer parte de um grupo político divergindo das determinações do líder maior do grupo,  como o sistema é democrático, como eu sou um vereador livre,  como  eu tenho meu partido esses anos todos, eu  não sou obrigado apoiar  decisões que venha do executivo dirigida pelo o líder maior Sebastião Madeira, me resguardo esse direito de divergir.
Apesar dessa divergência ter sido a primeira, estou deixando bem claro que virão outras, em prol o desenvolvimento e do engrandecimento da cidade de imperatriz, as divergências não se trata de galgar, de ganhar, de barganhar nada para o vereador Zé Carlos, a decisão vem para ganhar progresso,  vantagens para toda sociedade, essa é a nossa função aqui na casa. Como eu não apoio mais na integra as decisões do prefeito, mais virão outras determinações que vai ser bom para a comunidade que eu vou apoiar, e aquelas que eu entender que não serve eu vou ficar contra, se eu vou ficar contra se eu vou ficar contra várias decisões do prefeito naturalmente não posso fazer parte do seu grupo político essa decisão toda sociedade um dia vai entender como a política funciona.  A política funciona através de grupo, até na hora de se eleger você se elege em grupo, ninguém se elege individualmente, até o prefeito não se elege individualmente, por que ele se elege com o vice eles são dois, o político não se elege só, os 21 vereadores tem 21 suplentes.
Quando você faz partes  de um grupo, e você acompanha as decisões daquele grupo, muitas das vezes, decisões que contrariam o seu pensamento, mais é para melhorara qualidade de vida do povo, agora eu não vou mais apoiar as decisões do prefeito Madeira sem discussões, sem que comprove, que me prove que são medidas que traga benefícios para a população, no memento que me provar serei a favor.
BLOG: Você foi líder do governo madeira durante dois anos, e defendeu-o com muita propriedade e competência, o que levou você a tomar essa decisão.
ZC: É como acabei de falar eu estou rompendo com as decisões do prefeito, que acho que não é conveniente, que não traz beneficio para coletividade, e vou continuar assim, eu não pedir dinheiro, eu não pedir emprego não pedir nada, isso não é de mim, eu sou conhecido ao longo da minha história nessa casa, se você consultar um ex-prefeito, ele vai te dizer que eu nunca fiz uma proposta desonesta, que nunca fiz proposta indecorosa, pode  consultar os ex-prefeitos Jomar, Ildon Marques de Souza, Salvador e Davi e Renato Moreira se fossem vivos, todos eles  na qual fiz parte, por unanimidade vão lhe dizer que nunca fiz nenhuma proposta desonesta para ninguém, o que está acontecendo é uma divergência de idéias com as determinações da secretaria de trânsito, e dentro dessas divergências eu tenho meu ponto de vista vamos procurar engenheiro de tráfico, pessoas estudiosas para discutir, se estou errado, e se o prefeito está certo, esse negócio de ouvir dizer, que ficou bom, ficou bom, e o meu prejuízo quem vai pagar? Se eu vendia 3 mil por dia, e agora estou vendendo 500 reais, quanto eu vou pagar de IPTU, de alvará, e a folha dos servidores, quem vai me ajudar a pagar? Vou ter que demitir? São medidas que tem que ser pensadas, que deve serem levadas em considerações, a cidade é como um grande buraco de serra pelada, onde todo munícipe tem seu percentual, palavra chama-se república, nós vivemos em uma república, ou seja se você vive em uma república, as suas decisões deve ser pública, para o público, decisões individuais é na sua fazenda, na sua propriedade particular, as decisões quando se trata de coisa pública, tem que ser coletiva, eu não posso dar direito de um lado, e tirar direito do outro, beneficiar um, e não beneficiar o outro, todos tem que ser beneficiado, ou todo mundo prejudicado, se tem que ceder todo mundo sede, se tem que perder todo mundo perde, se tem que ganhar todo mundo ganha, o que não posso é privilegiar um e deixar de privilegiar outro é isso que está acontecendo ( se referindo ao estacionamento e  aos comerciantes da av. Dorgival Pinheiro).  Concluiu Zé Carlos.

Notícias Relacionadas

POLITICA 1099492873456087250

Postar um comentário

Enquete

Canal de Videos

Últimas Notícias

Encontre-nos no Facebook

CNT Oline

item