Senado aprova emenda que estende reajuste de salário mínimo para aposentadoria


Medida provisória, editada na Câmara dos Deputados, segue para sanção presidencial


Aposentados protestaram no plenário pedindo mesmo reajuste que o salário mínimo (Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado)

Senadores aprovaram nesta quarta-feira (8) a Medida Provisória 672que prorroga até 2019 o atual modelo de reajuste de salário mínimo e estende a regra para aposentadorias. Com a aprovação, o texto segue para aprovação presidencial.

A MP original, editada pela presidente Dilma Rousseff, garantia apenas o reajuste do salário mínimo por mais quatro anos. No entanto, recebeu uma emenda na Câmara dos Deputados que ampliou a medida para as aposentadorias. O governo é contra a mudança, alegando que pode comprometer as contas públicas. Segundo o ministro da Previdência Social, Carlos Gabbas, se for sancionada, ela terá o custo anual de R$ 9 bilhões, segundo o G1. O presidente da Câmara, Eduardo Cunha, também se mostrou contrário ao texto. 

A votação no Senado foi marcada por diversas tentativas da bancada governista de tentar impedir a aprovação da matéria. O texto agora segue para aprovação ou veto da presidente, mas como a emenda foi acoplada ao corpo do da matéria, Dilma fica impedida de vetar somente a ampliação do direito para aposentados. Se rejeitar a alteração, estará também negando o reajuste do salário mínimo.(REDAÇÃO ÉPOCA)

Notícias Relacionadas

POLITICA 3836070365765425502

Postar um comentário

Enquete

Canal de Videos

Últimas Notícias

Encontre-nos no Facebook

CNT Oline

item