Alckmin não quer Dória: quer Serra.


Está na cara que Geraldo Alckmin quer José Serra como candidato à prefeitura de São Paulo. Primeiro, porque desta vez Haddad e o PT estão tão por baixo que ele tem reais chances de vencer, mesmo enfrentando Marta e Russomanno. Segundo, porque afasta Serra de 2018, polarizando apenas com Aécio. Alckmin é o político mais previsível do país, como todos sabemos. Previsível é uma definição elegante, para que os alckmistas não me acusem de perseguição.
O partido já conta com três postulantes à vaga de candidato da legenda: o vereador Andrea Matarazzo, o deputado federal Ricardo Tripoli e o empresário João Doria Jr., que foi oficialmente declarado como o preferido por Alckmin, gerando toda a crise. Crise, então, reforce-se, criada por Alckmin com primeiras, segundas e terceiras intenções.
A Veja desta semana dedica uma matéria ao tucanicídio, como estão sendo chamadas as prévias.
O principal alvo dos ataques é Doria, amigo de Alckmin há mais de trinta anos, mas sem nenhum apoio na "máquina partidária" - ou seja, não tem ligação com os diretórios regionais nem com seus militantes. O empresário entrou na disputa no fim de agosto do ano passado e, em dezembro, ganhou uma declaração de apoio do governador - que agora diz ter sido apenas um elogio, não uma chancela à candidatura. Desde então, Matarazzo, por exemplo, nunca mais falou com Alckmin, nem sequer por telefone. Políticos ligados a Matarazzo e a Tripoli já avisaram ao Palácio dos Bandeirantes que, se Doria for o vencedor das prévias, com segundo turno marcado para 20 de março, não farão absolutamente nada para ajudar na campanha tucana - isso se não decidirem atrapalhar.
Não nos surpreendamos se no momento em que o PSDB tem reais chances de vencer na maior cidade do país, deixe tudo como está, nas mãos do petista Haddad. Ou da petista Marta Suplicy.Serra diz que não quer, mas quem acredita em Serra? (fonte: blog CoroneLeaks)

Notícias Relacionadas

POLITICA 8038165903045939309

Postar um comentário

Enquete

Canal de Videos

Últimas Notícias

Encontre-nos no Facebook

CNT Oline

item