"Tida como ameaças": Argumentação de Dirceu é vista como um recado ao PT


A argumentação da defesa de José Dirceu de que em última instância o poder das nomeações era da presidência, transferindo a responsabilidade final para o ex-presidente Lula, foi recebida como um recado do ex-chefe da Casa Civil. Alguns petistas ficaram em alerta com a argumentação da defesa do ex-ministro.

Em entrevista concedida hoje, em Curitiba, Roberto Podval, advogado José Dirceu, afirmou: "Ele nomeava centenas de pessoas. Claro que todas as nomeações, por força de obrigação, passam pela Casa Civil. Em última análise, todas as nomeações que foram feitas no governo, enquanto estava o José Dirceu na Casa Civil, a última assinatura é dele, passa por ele. Não passa por ele sequer o poder decisório, ainda tem o presidente da República".

Ao Blog, um parlamentar petista lembrou que Dirceu exerceu o poder como nenhum outro chefe da Casa Civil depois da redemocratização. Por isso mesmo, a argumentação de tentar esvaziar as atribuições dele no Palácio do Planalto e repassar a responsabilidade para Lula foi vista com preocupação. “Dirceu não quer ser abandonado pelo partido”, resumiu parlamentar petista. (fonte:g1.globo.com)

Notícias Relacionadas

POLITICA 7864936854878735764

Postar um comentário

Enquete

Canal de Videos

Últimas Notícias

Encontre-nos no Facebook

CNT Oline

item