Datafolha: apoio ao impeachment de Dilma sobe para 68%

Número de brasileiros favoráveis ao afastamento da presidente cresceu 8 pontos em um mês

Presidente Dilma Rousseff, durante coletiva de imprensa em Brasília (DF), nesta quarta-feira (16)(Ueslei Marcelino/Reuters)

Subiu para 68% o número de brasileiros favoráveis ao impeachment da presidente Dilma Rousseff, mostrou pesquisa do Datafolha divulgada neste sábado. Em fevereiro, na última pesquisa, 60% dos entrevistados apoiavam o afastamento. O Datafolha ouviu 2.794 eleitores nos dias 17 e 18, em 171 municípios de todo o país.

Também cresceu o número de entrevistados que defendem a renúncia de Dilma: 65% contra 58% do mês passado. Os que são contrários ao impeachment somam agora 27%, 6 pontos a menos do que no mês passado.

O aumento do apoio pelo impeachment e renúncia de Dilma acontece na sequência das grandes manifestações populares contra o governo, novas denúncias da delação premiada do senador Delcídio do Amaral e a divulgação de áudios do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, incluindo um com a própria presidente.

Segundo o Datafolha, o apoio pelo afastamento da presidente aumentou em todos os segmentos pesquisados. Em setembro de 1992, pouco antes do impeachment do então presidente Fernando Collor de Mello, 75% dos brasileiros eram favoráveis ao impedimento do presidente, enquanto apenas 18% eram contrários.

Mas apesar do grande apoio pela saída de Dilma, apenas 16% acreditam que um eventual governo do vice-presidente Michel Temer seria ótimo ou bom, enquanto 35% veem esse possível governo como ruim ou péssimo.


Ato contra a corrupção e a presidente Dilma Rousseff, em Copacabana, Rio de Janeiro, neste domingo (13) (Foto: Daniel Ramalho/VEJA.com)
fonte: VEJA

Notícias Relacionadas

POLITICA 3149489039348858764

Postar um comentário

Enquete

Canal de Videos

Últimas Notícias

Encontre-nos no Facebook

CNT Oline

item