Sobre acusação de recebimento de propina:‘Não merecem credibilidade’, diz Rosso sobre acusadores

Candidato à presidência da Câmara rebateu as acusações de que recebeu propina no esquema que ficou conhecido como o mensalão do DEM

Rogério Rosso (PSD-DF) é um dos favoritos na eleição na Câmara (Evaristo Sá/AFP)
Candidato à presidência da Câmara, o deputado federal Rogério Rosso (PSD-DF) rebateu nesta terça-feira as acusações de que recebeu propina no esquema que ficou conhecido como o mensalão do DEM, escândalo de corrupção que levou o ex-governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, para a prisão. Para Rosso, as declarações partem de acusadores que “não merecem credibilidade” e que têm como objetivo um “jogo pequeno” para denegrir sua campanha.

Conforme mostrou o site de VEJA, o deputado federal Alberto Fraga (DEM-DF) e o ex-gerente da Codeplan (Companhia de Desenvolvimento do Distrito Federal) Luiz Paulo Costa Sampaio afirmam que Rosso aparece recebendo propina em vídeo gravado pelo ex-secretário do governo do Distrito Federal Durval Barbosa.

“Eu nego as acusações. O próprio Ministério Público também já as desqualificou”, disse. “Está claro que é o baixo meretrício da política distrital querendo denegrir a minha imagem. Eles mudaram as versões várias vezes e não merecem nenhuma credibilidade. Sinto muito esse jogo pequeno para denegrir imagens honestas em razão da campanha à presidência da Câmara dos Deputados. Eu não entro nesse vale tudo, mas lastimo e vou entrar com as medidas judiciais cabíveis contra os dois mentirosos”, continuou Rosso.

Em nota divulgada em seu Facebook, Durval Barbosa também contestou as acusações. O delator afirma que Alberto Fraga “mente descaradamente” e que ele nunca foi digno de “confiança” para armazenar as gravações que deram início às investigações da Operação Caixa de Pandora. “Não se pode macular a imagem de tantas pessoas por pura vontade de vencer um pleito, bem como desejar, de forma espúria, macular pessoas de bem”, escreveu Barbosa na rede social. (fonte:veja.com)

Notícias Relacionadas

POLITICA 8495714547788990571

Postar um comentário

Enquete

Canal de Videos

Últimas Notícias

Encontre-nos no Facebook

CNT Oline

item